5 de abr de 2013

O dia em que Deus saiu de férias


Chega um dia em que todo mundo tem vontade de jogar tudo para o alto e sair por aí, sem dia e hora para voltar.

Com Deus não foi diferente.

Certa manhã, cansado de tantas solicitações, de tantas intervenções, de tantos pedidos de milagres, de tantos convites para isto e aquilo, Deus sentiu-se exausto e resolveu dar um tempo.

- "Vou sair de férias." - disse Ele ao Espírito Santo.

- " Mas como assim, Senhor?" - indagou o Espírito Santo, aflito com o que acabara de ouvir.

- "Eu não aguento mais! Tantos milênios tentando mostrar O caminho, dando exemplos e sinais do que é correto ou não e eles não aprendem! Continuam roubando, matando, insultando uns aos outros..." - Neste momento Deus parou e deu um longo suspiro.

- "Está na hora de eu deixá-los a sós, fazendo o que bem entendem. Que arquem com as consequências de seus atos e omissões!"

- "Mas, Senhor", perguntaram todos ao mesmo tempo: Espírito Santo e todos os santos e anjos ali presentes.

Antes que pudessem estender-se em considerações e divagações, Deus simplesmente desapareceu do recinto.

Desesperados, todos ali começaram a rezar.

E não poderia ser diferente. Após a partida de Deus, uma série de catástrofes começaram a abater-se pela Terra. Vulcões entraram em erupção; os mares se agitaram e provocaram maremotos e tsunamis; a terra tremeu e terremotos aconteceram em lugares o mais longínquos; furacões e tornados se formaram e arrasaram cidades e povoados por todo o lugar. E para completar o cenário devastador, os homens brigaram entre si, promoveram contendas e guerras. Os que não morreram ficaram gravemente feridos. O fim dos tempos parecia ter finalmente chegado.

Naquele dia, nenhum pedido, nenhuma súplica, nenhuma oração alcançou o céu. Todos os canais de comunicação entre a Terra e o Céu ficaram bloqueados. Os anjos e santos nada puderam fazer. Apenas ficaram ali olhando tanta destruição.

No dia seguinte, para surpresa e espanto de todos, Deus voltou. Estava por fora de tudo o que acontecera nas últimas 24 horas. Ao ser informado de tudo pelos presentes, fazendo uso de sua infinita misericórdia, Deus ordenou:

- "Arranquem este dia do calendário! Faça-se de conta que este dia nunca existiu."

- "Mas, Senhor!", disse o Espírito Santo. - "Como assim? Desde o Princípio, isto nunca acontecera!"

- "Mas agora, assim o será!". Foi quando Deus colocou o globo terrestre diante de si, e usando apenas o dedo indicador, girou a Terra ao contrário, retrocedendo um dia. Os anjos e santos ficaram pasmos.

Ao olharem para a Terra viram que um novo dia começava e os primeiros raios de Sol incidiam e refletiam sobre a superfície do mar.

O DIA EM QUE DEUS SAIU DE FÉRIAS mostra que o amor de Deus é infinito e prevalece acima de tudo. O amor é - em si - o princípio de tudo. E não existe nada mais difícil do que se conquistar e manter vivo este sentimento.

O símbolo do amor é sem dúvida o coração. E é o coração que está presente no logo DELICATESS, criado por mim a pedido dos proprietários desta marca, que me convocaram também para criar, desenvolver e produzir a sua etiqueta e tag de suas roupas.







Este tipo de desafio, que envolve a concepção e a produção de produtos diferentes, me agrada em particular, pois tenho a possibilidade de imprimir a alma da marca às diferentes técnicas que envolvem indústrias tão diferentes como a têxtil e a gráfica.

Como cenário escolhido para mostrar os trabalhos, escolhi a PINACOTECA DE SÃO PAULO, local que adoro frequentar e que invariavelmente termina com um delicioso cafezinho na cafeteria do local.









"A Pinacoteca do Estado é um museu de artes visuais, com ênfase na produção brasileira do século XIX até a contemporaneidade, pertencente à Secretaria do Estado da Cultura. Fundada em 1905 pelo Governo do Estado de São Paulo, é o museu de arte mais antigo da cidade. Está instalada no antigo edifício do Liceu de Artes e Ofícios, projetado no final do século XIX, pelo escritório do arquiteto Ramos de Azevedo, que sofreu uma ampla reforma com projeto do arquiteto Paulo Mendes da Rocha, no final da década de 1990." (texto extraído do site da Pinacoteca)


























A etiqueta tem o fundo em fio ouro poliamida e o bordado em branco e bordô.




 
 


Frase do dia: Mesmo que você reúna em uma balança todos os sentimentos do mundo de um lado e somente o amor do outro, a balança vai pender para o lado do amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário