29 de nov de 2011

Zona azul


Lembro-me certa vez, em viagem à Miami, quando nosso avião teve que fazer uma escala não prevista no Panamá. Tivemos que ficar naquele país por um dia, à espera de um novo vôo que partiria no dia seguinte. Quando cheguei ao hotel, abri a janela do quarto e avistei no horizonte alguns navios vagando lentamente pelas águas daquele oceano desconhecido. As cores que incidiam sobre elas eram mágicas, vindas dos raios de Sol, que já estava se pondo no horizonte, fechando mais um dia.


Aquele visual convidou-me a refletir sobre a magia da vida, alimentando a curiosidade e a fantasia sobre o destino que tomariam aquelas embarcações. Muitos anos depois, Sarah Chofakian, propoz-me a desenvolver este tecido, tendo como fonte de inspiração, o mar, com sua embarcações.


Recebi algumas imagens de referência, juntamente com desejos de cores e formas. Eis aqui o tecido, traduzindo mar, segundo Sarah Chofakian.


Fizemos duas variantes de cores, utilizando cores fluor em tons de azul, amarelo e verde, mescladas a cores metálicas como o grafite e o prata.


Feche os olhos e veja o mar à sua frente. Está escutando o apito dos navios ao longe?

26 de nov de 2011

Vestiu uma camisa listrada e saiu por aí


A moda vem. A moda vai. O que hoje é a " última onda", amanhã não pode ser mais cafona. E assim caminha a humanidade (leia-se aqui, principalmente as mulheres). E assim caminha, igualmente, o mercado de consumo. A moda se alimenta do desejo e o desejo abastece o guarda-roupa de todos, sem exceção. Agora, pergunte, qual é o padrão de estampa que passa incólume a este vai-e-vem que muitas vezes se parece com o efeito sanfona: emagrece, engorda, emagrece, engorda (ad-infinitum). Este padrão é a listra.


a Mercedes concorda comigo!


Mais fina, mais grossa, em diversas padronagens, cores, texturas e misturas, ela tá sempre ali, presente no visual de homens, mulheres, crianças, cachorros (os de grife, claro), e casas, vestindo almofadas, sofás, cortinas, paredes, lustres etc.

as listras de Channel

Faça um teste: esteja você onde estiver, abra a janela, olhe pra rua e comprove: em algum momento você vai ver alguma listrinha ou listrona passando.

as listras de Rufus Butler Seder

Construí dois tecidos listrados que desejo compartilhar aqui com você: um deles foi feito para a designer de acessórios GIOVANNA HASLER. Ele é muito especial, já que mistura fios de diversas cores e texturas.


Na receita entram os fios bouclet, poliamida ouro e prata, lã e algodão.


Foram feitos duas variantes de cores, ambas retratadas em editoriais de moda das revistas ELLE e  ESTILO.


É uma pena que tenha somente um pedacinho de cada para mostrar, mas acredito que já dá para sentir o trabalho. O outro tecido segue a mesma receita de fios, porém em cores diferentes.

23 de nov de 2011

Um jardim para Burle Marx


 O olhar do homem é o que dá a ele a sua verdadeira dimensão. Tem homem que ao olhar a natureza enxerga em sua frente um monte de mato e mais nada. Tem homem que ao olhar a mesma paisagem encontra nela vida e movimento, amor e poesia, paixão e sedução. Os olhos que vêem são os mesmos. A maneira como enxergam é que os distingue. Roberto Burle Marx (1909-1994) faz parte da segunda categoria de homens. Ele conseguiu a proeza de agrupar e transformar plantas nativas brasileiras em verdadeiras obras-de-arte em forma de jardins. Durante a sua vida, executou mais de 2.000 deles. Entre suas obras mais conhecidas estão os Jardins do Aterro do Flamengo, RJ...


 o Paisagismo do Eixo Monumental de Brasilia, DF...


 ... e o Parque do Ibirapuera, SP.


 Ao fazer este tecido jacquard com desenhos de folhagens diversas, procurei fazer tecnicamente com os fios, o que Burle Marx fazia com as plantas.

arte do tecido

Misturar em um mesmo espaço físico - no caso o tecido - uma gama de fios diferentes, com cores e texturas diversas e que - juntas - produzem um resultado mágico, único.


 O fundo foi feito com fios de algodão cru.


 O desenho em preto foi feito com fios de lã.


 E as demais cores com fios de poliéster.


Como dizem os enólogos, eles harmonizam bem entre si. Espero que você curta a paisagem.

22 de nov de 2011

O fio da meada foi a meia


 Você pode imaginar um tecido criado a partir de uma meia feminina? Pois foi exatamente isto o que deu origem à este tecido. Uma meia do acervo pessoal de Bianca Ranucci serviu de inspiração inicial para esta estampa.

estampa aplicada à ilustração do livro PUT ON YOUR PEARLS, GIRLS!

 Note que o desenho começa com uma série de ranhuras paralelas sobre um fundo quadriculado. Em certo momento elas desaparecem, dando vez ao quadriculado. 

arte do tecido

Este tecido faz parte de uma trilogia criada para a coleção de verão 2012 da estilista.


Isto porquê Bianca Ranucci tem por princípio de trabalho coordenar as estampas criadas entre si, e trabalhá-las separadamente ou coordenadas em uma mesma peça.


O casaco acima ganhou a capa do Caderno Comida, da Folha de São Paulo, vestido pela chef de cozinha Ana Luiza Trajano (Restaurante Brasil a Gosto).


Agora você já aprendeu mais uma lição: a vida pode ser muito mais que uma simples meia. Tudo depende do tamanho de sua imaginação: PP, P, M, G ou GG. Quem escolhe o tamanho é você.

19 de nov de 2011

O bicho vai pegar

foto: livro BAGS A LEXICON OF STYLE

Se existe uma estampa que cobre as mulheres dos pés à cabeça, esta estampa é a onça. As mulheres - raras exceções - têm verdadeiro fascínio pela pele do animal.


Verdadeira ou fake, em variações que vão do tecido ao plástico, passando pelo papel e o metal, tudo pode ser recoberto pela estampa.Ela está presente em sapatos, meias, acessórios de cabeça, chapéus, bolsas, óculos, todas as peças de roupa, incluindo aí calcinha e sutiã...

Alessandra Ambrósio a angel/onça da Victoria's Secret
...e se estende até as casas, cobrindo desde paredes até móveis, utensílios domésticos, cortinas e tapetes. Tudo, absolutamente tudo o que você imaginar pode ser recoberto pela onça. Encontrei várias referências em ilustrações do livro Do not disturb...



O próprio Gianni Versace veste onça...


Desenvolvi diversos tecidos com esta estampa, como este jacquard, que ficou maravilhoso em todas as suas variantes de cores.


Quando o motivo é onça, o bicho pega e tudo fica mais excitante. Talvez seja esta a razão maior deste fascínio que a estampa exerce em homens...


...e - principalmente - mulheres.


Ela é - em sua essência, absolutamente sexy. Você duvida? Faça o teste.